Prece para quem está desempregado

Prece para quem está desempregado

pelo Venerável Mestre Hsing Yün

Ó grande e compassivo Buda!
Por favor, ouve a minha prece sincera:
O mundo está cheio de situações difíceis,
E estar desempregado é uma das mais perturbadoras.

Continuar a ler “Prece para quem está desempregado”

Prece para criar bons vínculos

pelo Venerável Mestre Hsing Yün

Ó grande e compassivo Buda!
No momento em que alcançaste a iluminação no trono de diamante,
Proclamastes: “Todos os fenómenos da existência
Nascem da originação interdependente.”
Depois disso, a humanidade passou a ter esperança.
Apenas ao compreendemos a importância das causas e das condições,
Saberemos como criar bons vínculos, de maneira ampla.

Continuar a ler “Prece para criar bons vínculos”

Conselhos do Ven. Mestre Hsing Yun para uma prática diária

Enquanto vivemos, devemos lutar por uma vida de valor. O budismo é diferente da filosofia, pois não trata apenas de conhecimento e teoria. Em vez disso, o budismo exige fé devota, moralidade desenvolvida e, o mais importante, prática espiritual.

Continuar a ler “Conselhos do Ven. Mestre Hsing Yun para uma prática diária”

Prece para atingir a perfeição ao fazer uma tarefa

pelo Venerável Mestre Hsing Yün

Ó grande e compassivo Buda!
Quanta alegria!
Gostaria de te dizer, Buda,
Com muito contentamento,
Que consegui terminar a minha tarefa,
E que as minhas habilidades alcançaram o nível da perfeição paramita!

Continuar a ler “Prece para atingir a perfeição ao fazer uma tarefa”

Prece para a libertação de apegos emocionais

pelo Venerável Mestre Hsing Yün

Ó grande e compassivo Buda!
Tens ouvido uma voz humilde,
Que reza a ti com sinceridade?

Ó, Buda!
Eu tenho afundado numa lama de apegos emocionais;
Se eu não me levantar,
Afogo-me aqui, agora mesmo!
Tenho-me agarrado a uma teia de apegos emocionais;
Se eu não escapar,
Sufoco aqui, agora mesmo!

Ó grande e compassivo Buda!
Rezo para que me concedas a força necessária
Para escapar da prisão dos apegos emocionais;
Rezo para que me concedas a coragem
Que me permitirá marchar em direção a um novo futuro.

Tantos amigos e parentes aconselham-me:
O amor romântico é como
A arrebentação das ondas no oceano;
As pessoas que se arriscam, ao brincar nas ondas,
Acabarão por ser devoradas pela aparentemente
Bela rebentação das águas do oceano.
Entretanto, eu que ainda ajo sem princípios, agarro-me a ilusões;
Eu sei que “o oceano do amor tem ondas de 100 pés”,
E, ainda assim, eu desconsidero os perigos;
Sei que “o oceano do sofrimento tem uma centena de ondas de rebentação”,
E, ainda assim, não sei como voltar atrás.

Muitos sábios e pessoas virtuosas dizem-me:
“O amor romântico é como comer mel na lâmina de uma faca;
mais cedo ou mais tarde, serás cortado pelo seu corte afiado”.
Entretanto, eu, que tenho apegos emocionais profundos,
Não me consigo controlar;
Quanto tempo perco!
Quantas oportunidades deixo passar!

Ó grande e compassivo Buda!
Por meio da tua habilidade e tranquilidade,
Por favor, deixa-me obter a realização da natureza intrínseca do amor;
Por meio da tua compaixão e sinceridade,
Por favor, deixa-me criar a Terra Pura neste mundo humano.

Devo purificar e expandir
O amor romântico e transformá-lo em
Amor pela sociedade e pela nação;
Devo elevar o amor a um nível mais alto
E transcendê-lo, para que, então, ele se transforme
Num serviço sem interesses nem expectativas.

Ó grande e compassivo Buda!
Por causa do apego emocional,
Tantas pessoas se prejudicaram
E tantas outras causaram tragédias.

Ó Buda, rezo pela Tua proteção:
Que possamos elevar o amor a um nível mais alto pela razão;
Que possamos purificar o amor pela compaixão;
Que possamos governar o amor pela moralidade;
Que possamos guiar o amor pela ética.

Ó grande e compassivo Buda!
De agora em diante, vou renunciar às horríveis algemas do apego emocional,
E trazer à cena o amor benevolente e genuíno;
De agora em diante, vou distanciar-me do sofrimento,
Causado por alternar entre amor e ódio,
E criar uma vida de compaixão e sabedoria.

Rezo para que, de agora em diante:
O afeto e o amor ao Dharma transbordem
E tranquilize a vida de todas as pessoas;
O afeto e o amor ao Darma preencham todo o universo
E motive a carreira de todas as pessoas.

Ó grande e compassivo Buda!
Por favor, aceita a minha prece mais sincera!
Ó grande e compassivo Buda!
Por favor, aceita a minha prece mais sincera!

O que o Templo Fo Guang Shan Lisboa e a BLIA estão a fazer perante o COVID-19

Para auxiliar a contenção da pandemia, o templo encontra-se encerrado a partir do 15 de Março, até novas indicações que permitam encontros em segurança (poderás ler aqui o anúncio).

No entanto, queremos sempre auxiliar a nossa comunidade e também todos aqueles que têm um interesse pelo Budismo.

Para isso, vamos publicando gratuitamente ensinamentos do Ven. Mestre Hsing Yun, para que possam ir cultivando a sabedoria e compaixão. Além de consultarem o nosso blog frequentemente, podem também ir à página onde vamos colocando os ebooks da série “Budismo a cada passo“.

Vamos também publicando videos com mantras e cerimónias, para que possam acompanhar o espírito e ensinamentos de Fo Guang Shan.

Desejamos a todos nos nossos amigos e associados, muitos dias de saúde, compaixão e serenidade.

A Mi Tuo Fo.

Anúncio

 Saudações a todos,

Tendo em vista a situação do COVID-19 que estácada vez mais grave no mundo e em Portugal, a OMS anunciou que a nova pneumonia é uma pandemia global.Para cooperar com o anúncio do governo português de suspensão da escola em todos os níveis, advocacia para reduzir a interação social, evitar festas e ficar longe de casa, etc., para a saúde pública, as medidas relevantes do templo são as seguintes:

1.O templo estaráfechadotemporariamente a partir de 15 de março (domingo) .Quando a situação da epidemia melhorar, a data de abertura será anunciada.

2.Durante o período de suspensão, as sessões de meditação aos domingos, osrituais das lanternas brilhantes, os méritos para a construção de templos e os rituais de Qingming serão canceladas. Os discípulos são convidados a praticar em casa.Seprecisar de vir ao templo,contacte-nospor telefone ou WeChatpreviamente.

3.No dia 5 de abril,vai ser os rituaisQingming, os donativos para transferência de méritos dos antepassados e dos discípulos, podem ser feitos por transferência.

4.Durante a prática em casa,o público é incentivado a orar oSutraPrajna

do Coração para que o Dharma ajude a todos sentiremà vontade e longe do terror.

5.No período da crise global contra epidemias, lembre a todos de se protegerem: saiam, lavem as mãos com frequência, aumentem aimunidade, ventilação regular, maiscomida vegetariana,pratiqueme oremem casapara voltarmos todosjuntos epara que as pessoas estejam seguras e a sociedade esteja feliz.

Atenciosamente, 

Templo Fo Guang Shan Portugal

2020.03.14

Podem ler este anúncio em PDF aqui…

Budismo, Medicina e Saúde, um ebook

Desde a origem do mundo, nascimento, envelhecimento, doença e morte são inevitáveis. O príncipe Siddhartha conheceu essa verdade quando se aventurou além do palácio e visitou a área pobre da cidade. Lá, entre mendigos, doentes e idosos frágeis, ele viu a realidade da vida. Imediatamente, um desejo surgiu no seu coração para aliviar a dor e o sofrimento dessas pessoas. Assim, ele renunciou à sua vida de luxo e tornou-se monge, esperando que, através da meditação e cultivo, ele pudesse encontrar soluções para as pessoas pobres e doentes.

Podes fazer download do ebook em PDF aqui…

Desde o início, o Buda (ex-príncipe Siddhartha) percebeu que, assim como alguém pode sofrer de doenças físicas, também pode sofrer de uma mentalidade pouco saudável. Para curar doenças do corpo e da mente, o Buda dedicou toda a sua vida a transmitir o conhecimento da Tripitaka. Enquanto o Buda procurava curar doenças físicas e mentais, uma ênfase maior era colocado na mente. Ele usou o conhecimento do Dharma para curar doenças que surgem dos três venenos: ganância, raiva e ignorância. O remédio do Buda trata doenças originadas na mente dos pacientes, curando-os desses venenos. Os psicólogos também tratam doenças ao trabalhar com o estado mental dos seus pacientes, mas o seu tratamento difere da prática budista de tratar a mente. Segundo o budismo, o puro e maravilhoso Dharma é o remédio perfeito para uma mente enferma e para um corpo doente.

Manter a mente e o corpo saudáveis é importante, pois o corpo é o veículo que usamos para praticar o Dharma. Como todas as coisas, a mente e o corpo são interdependentes, a saúde da mente influencia a saúde do corpo e a saúde do corpo influencia a saúde da mente. Usando o corpo saudável como uma ferramenta, podemos cultivar um coração compassivo e uma mente clara. Com uma mente cultivada, somos capazes de nos examinar, ver claramente a natureza dos nossos problemas e trabalhar para resolvê-los. Abordaremos então o caminho para a verdadeira saúde.

Podes fazer download do ebook em PDF aqui…