BLIA na Festa da Diversidade

Entre 18 e 26 de junho de 2016, a Ribeira das Naus assume-se como porto de chegada para uma
imensa frota de culturas se apresentarem à cidade, com um conjunto de iniciativas que incluem música, dança, gastronomia, artesanato, debates e cinema.
Após um primeiro fim-de-semana onde teve lugar mais uma edição da Festa da Diversidade (coorganizada pela SOS Racismo), com Artistas como Tropicáustica, Tó Trips, Bonga, Guto Pires, Tocá Rufar, Tiago Pereira, Pedro Branco e Selma Uamusse, entre muitos outros, a iniciativa foi
marcada pela Marcha do Orgulho LGBTI, que este ano também desaguou na Ribeira das Naus.
Durante a semana, nos dias 20 e 24, houve cinema ao ar livre no início da noite, destacando-se a
sessão dedicada ao Dia Mundial dos Refugiados (20 de junho), após a qual teve lugar um espetáculo co-organizado com o Conselho Português para os Refugiados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O nosso agradecimento a todos os voluntários da BLIA por estarem presentes e auxiliarem nesta festa da diversidade.
O Fórum Municipal da Interculturalidade 2016 (co-organizado pelo Conselho Municipal para a
Interculturalidade) encerrará a programação, com destaque para o Ratha Yatra, pela primeira vez
realizado em Portugal, que irá trazer as tradicionais “carruagens” numa enorme caravana, do Largo do Intendente até à Ribeira das Naus, em ambiente de grande festa e celebração, juntando-se às múltiplas atividades e expressões culturais que aí decorrem, com sons, movimentos, objetos, línguas, aromas e sabores das quatro partidas do mundo.

A diverCIDADE 2016 é promovida em parceria com várias entidades que têm desenvolvido relevante trabalho em Lisboa na área dos direitos sociais e interculturalidade: SOS Racismo,
Associação Caboverdeana, Associação Internacional para a Consciência de Krishna, Associação Lusofonia Cultura e Cidadania, Associação Mulher Migrante, Associação para Timorenses, Casa do Brasil, Associação de Refugiados em Portugal, Associação Internacional Buddhas Light, Comunidade Hindu de Portugal, Conselho Português para os Refugiados, Apordoc – Associação pelo Documentário, Culturfaces, entre outras.